sábado, 29 de novembro de 2014

Por um sindicato de professores não partidário e pela não doutrinação em sala de aula

Entrevista concedida ao programa Educashow, do Sindicato dos Servidores Municipais da Educação do Município de Goiânia (SIMSED).

Defendo a ideia de um sindicato puramente trabalhista, ou seja, que se dedique apenas às questões da valorização trabalhista e das condições de trabalho dos servidores municipais da educação de Goiânia. 

Defendo também que o sindicato se abstenha de empunhar outras bandeiras quais sejam as político-partidárias e de movimentos sociais, como condição para se aproximar da unidade de propósito da categoria.

Nesta entrevista defendo também a não doutrinação político-ideológica em sala de aula, como forma de respeito aos valores éticos, morais, políticos e religiosos trazidos de casa pelo aluno.






Orley José da Silva, é professor,  mestre em letras e linguística e mestrando em estudos teológicos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário