segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Família poderá processar escola e professor pelo ensino da ideologia de gênero: modelo de notificação extrajudicial





O Procurador da República Guilherme Schelb desenvolveu um modelo de "notificação extrajudicial" para que pais e/ou responsáveis protejam os filhos contra o ensino da Ideologia de Gênero pelas escolas. Por este simples documento, escolas e professores são notificados pelas famílias de processá-los por danos morais pelo ensino dessa ideologia que visa, através da educação, promover uma revolução sexual e familiar. Isto a partir das crianças e adolescentes.

Caso professores e escolas se recusem a assinar o documento, há duas atitudes que os pais e/ou responsáveis poderão tomar para que o documento tenha validade jurídica. A primeira, é dirigirem-se ao Cartório de Registro de Títulos e Documentos com o nome e endereço da escola, para que a escola seja comunicada via cartório. A segunda, é encaminharem a notificação em carta registrada com AR (aviso de recebimento) via Correios. 

Esta notificação pode ser feita em 3 vias (a família guarda uma via e as outras são dadas à direção da escola e professores) por um familiar isoladamente ou por um grupo de pais.

Em algumas cidades, grupos de pais com filhos estudando numa mesma escola, criam grupos de whatsapp para troca de informações sobre a educação dos filhos e a vigilância quanto à doutrinação deles. Especialmente sobre a reconfiguração mental das crianças e adolescentes quanto aos valores familiares e sexuais.

Em todo o país, igrejas evangélicas e católicas têm distribuído cópias dessa notificação aos fiéis. Nessas igrejas, sacerdotes incentivam a formação de grupos de pais com filhos nas mesmas escolas para a entrega conjunta das notificações.  

Para todo esse procedimento, não é necessária a presença de advogado.

Para que o pedido de indenização por danos morais seja efetivado, é preciso comprovar que a escola ou professor desobedeceram a notificação da família. Valem como prova filmagem, material didático trabalhado em sala de aula, confecção de cartazes, passeatas, filmes, apresentações teatrais, palestras ou tarefas/exercícios pedidos aos alunos. 

Veja o caso de uma família do Distrito Federal que recebeu indenização de R$ 30.000,00 ( trinta mil reais) porque a filha teve acesso a material impróprio para sua idade:

http://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/noticias/2015/agosto/escola-e-condenada-a-indenizar-aluno-por-acesso-a-material-improprio-para-sua-idade 

Este blog "de olho no livro didático" se dispõe também a ajudar pais, pastores, padres e políticos que tenham dúvidas relacionadas a esse documento de notificação.

No último dia 27 de fevereiro, o Dr. Guilherme Schelb concedeu entrevista ao programa televisivo do pastor Silas Malafaia. O vídeo está no link abaixo.


http://www.verdadegospel.com/e-grave-como-proteger-criancas-e-adolescentes-notificando-escolas-e-professores/



ACOMPANHE A PÁGINA "INFÂNCIA E FAMÍLIA" DO PROCURADOR DA REPÚBLICA GUILHERME SCHELB

http://infanciaefamilia.com.br/querem-transformar-as-criancas-em-bonecos-sexuais-de-ideologias-e-partidos-politicos/





SOBRE OS LIVROS DIDÁTICOS/2016 DO MEC COM IDEOLOGIA DE GÊNERO PARA A PRIMEIRA FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL (1º AO 5º ANO, CRIANÇAS DE 6 A 10 ANOS)


Esses livros chegaram às escolas de todo o país no início deste ano letivo com validade para 3 anos (2016/18). Escolas públicas, particulares e até confessionais. Eles já foram distribuídos aos alunos e estão sendo usados pelos professores em suas aulas. 

Neste caso, somente as Câmaras Municipais poderão retirá-los mediante REQUERIMENTO às respectivas secretarias municipais de educação. É preciso que um vereador se interesse pelo assunto, preencha o requerimento e colha a assinatura da maioria dos seus pares. 

Ao receberem o requerimento, as secretarias de educação orientam suas escolas sobre a melhor maneira de cumprir a determinação do legislativo municipal. 

Este é o link que mostra livros de 2016 com ideologia de gênero:
http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2016/01/mec-nao-desiste-livros-de-2016-para.html


MODELO DE NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL "ANÔNIMA" DO ESCOLA SEM PARTIDO. 

NESTA NOTIFICAÇÃO, NÃO HÁ NECESSIDADE DE IDENTIFICAÇÃO POR PARTE DOS PAIS. 

O Procurador de São Paulo em Brasília, Miguel Nagib, fundador do Escola Sem Partido desenvolveu um modelo de notificação extrajudicial, com a vantagem de resguardar o anonimato dos pais e dos alunos. Mesmo assim, esse documento surte os mesmos efeitos daquele desenvolvido pelo Procurador da República Miguel Nagib.


Entrada para esse modelo de notificação:

http://www.escolasempartido.org/artigos-top/552-notificacao-extrajudicial-servico-de-utilidade-publica



Matérias relacionadas:

Vereadores podem rejeitar livros com ideologia de gênero em seus municípios.

http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2016/02/cidades-rejeitam-livros-didaticos2016.html

Livros didáticos/2016 do MEC vêm com ideologia de gênero para crianças de 6 a 10 anos.

http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2016/01/mec-nao-desiste-livros-de-2016-para.html

Base Nacional Comum Curricular tem mais de 50 referências à ideologia de gênero.

http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2015/11/base-curricular-do-mec-faz-em-torno-de.html

Base Nacional Curricular Bolivariana:

http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2015/10/onde-estao-os-professores-deste-pais.html


Câmara Municipal de Goiânia retira livros didáticos/2016 do MEC com Ideologia de Gênero para crianças de 6 a 10 anos. (1º ao 5º ano)

https://www.facebook.com/deolhonolivrodidatico/videos/1557625634562676/


Ideologia de Gênero: uma explicação

http://deolhonolivrodidatico.blogspot.com.br/2015/07/deputados-e-vereadores-sabem-o-que-e.html



NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL

Ilmo. Sr. Diretor
Professor___________________
Escola _____________________
(Estado), (cidade), ________ de _____________________de  20___.

Prezado Diretor (nome completo)

Eu, (nome completo pai/mãe ou o responsável), na qualidade de responsável legal pelo(a) Aluno(a) (nome completo e data de nascimento), matriculado nessa Ilustre instituição de ensino, cursando a série (identificar) na classe (descrever), conforme prescrito em Lei, venho informar o seguinte:
1.    Conforme consta do Código Civil Brasileiro, todo cidadão de nosso país só adquiri a capacidade civil plena, ou seja, poderá praticar todos os atos da vida em sociedade, ao completar 18 anos. Neste mesmo sentido, o código Penal proíbe a realização ou indução de qualquer relação sexual com pessoa menor de 14 anos, presumindo-se tal prática em ato de violência;
2.    É de conhecimento geral, o debate no âmbito nacional de nossa nação, sobre a IDEOLOGIA DE GÊNERO e várias outras propostas de apresentação para os alunos da rede de ensino, tanto das instituições publicas quanto das particulares, sobre temas relacionados aos comportamentos sexuais (homossexualismo, bissexualismo, transsexualismo, etc.) e ainda relativos à sexualidade de pessoas adultas, como a prostituição, masturbação, entre outros atos libidinosos.
3.    Vale ressaltar que os legisladores, representantes escolhidos pelo povo brasileiro, em sua sapiência, balizaram as faixas etárias no que diz respeito a divulgação e ensino, esses marcos são os referenciais, prescritos em lei, para a ministração de aulas e abordagem nas instituições de ensino. Esse balizamento legal, impõe limites para apresentação e abordagem de todos os temas relacionados aos comportamentos sexuais especiais e a autonomia sexual e de reprodução.
4.    Conforme dispõe a Convenção Americana de Direitos Humanos, o qual a nação brasileira é signatária, em seu Artigo 12 – 4. OS PAIS, E QUANDO FOR O CASO OS TUTORES, TÊM O DIREITO A QUE SEUS FILHOS OU PUPILOS RECEBAM A EDUCAÇÃO RELIGIOSA E MORAL QUE ESTEJA DE ACORDO COM SUAS PRÓPRIAS CONVICÇÕES., assim, é direito incontestável dos pais `formação moral e religiosa de seus filhos. Tal direito é chancelado pela mais alta Corte de nossa nação (STF – SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL);
5.    E mais, o Código Civil determina que os pais têm o dever e a responsabilidade no sustento material e moral de seus filhos, e ainda, o dever de cria-los e educa-los (art. 1.634- Compete a ambos os pais, qualquer que seja a sua situação conjugal, o pleno exercício do poder familiar, que consiste em, quanto aos filhos: I - dirigir-lhes a criação e a educação;), até porque é ônus dos pais arcar civilmente com o pagamento de indenização pelos atos danosos a terceiros que os filhos praticarem (art. 932-São também responsáveis pela reparação civil: I - os pais, pelos filhos menores que estiverem sob sua autoridade e em sua companhia;).
6.    Nesse diapasão, a responsabilidade das instituições de ensino, são objetivas e independentes de culpa.  Assim, a escola que violar, incluindo seus membros diretores, professores e demais funcionários, por qualquer meio, os direitos pétreos dos pais, poderá ser acionado judicialmente por danos morais, sem prejuízo de ser acionado civilmente por danos à formação psicológica da criança. O Estatuto da criança e adolescente (ECA) exige que toda informação e/ou publicação dirigida a criança, inclusive livros didáticos, respeitem os valores éticos da família (Art. 79- As revistas e publicações destinadas ao público infanto-juvenil não poderão conter ilustrações, fotografias, legendas, crônicas ou anúncios de bebidas alcoólicas, tabaco, armas e munições, e deverão respeitar os valores éticos e sociais da pessoa e da família.) e, a Constituição Federal não só reconhece como protege tais direitos (art. 21, inciso XVI e art. 220 §3º, inciso I),  em razão da fragilidade psicológica de uma criança.
7.    Todas as instituições de ensino são subordinadas as regras legais acima descritas, inclusive as propostas pela Constituição Federal e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (lei federal nº 9.394/96), sendo passiveis de controle e repreensão jurisdicional.
Por tudo quanto exposto e informado, é a presente, para NOTIFICAR V.Sa. e aos ILUSTRES PROFESSORES QUE COMPÕEM O QUADRO DOCENTE desta Prezada instituição de Ensino, que:
NÃO CONCORDO COM A IDEOLOGIA DE GÊNERO E NÃO AUTORIZO, SEM MEU E EXPRESSO CONSENTIMENTO, COM RESPEITO AO MEU DIREITO LEGAL NA FORMAÇÃO MORAL DE MEU FILHO(A), RESPEITANDO A SUA FRAGILIDADE PSICOLÓGICA E CONDIÇÃO DE PESSOA EM DESENVOLVIMENTO, A APRESENTAÇÃO DESTES TEMAS RELACIONADOS AOS COMPORTAMENTOS SEXUAIS (HOMOSSEXUALISMO, BISSEXUALISMO, TRANSSEXUALISMO, ETC.) E AINDA RELATIVOS À SEXUALIDADE DE PESSOAS ADULTAS, COMO A PROSTITUIÇÃO, MASTURBAÇÃO, ENTRE OUTROS ATOS LIBIDINOSOS, A MEU FILHO(A), AINDA QUE DE FORMA ILUSTRATIVA OU INFORMATIVA, SEJA POR QULAQUER MEIO DE COMUNICAÇÃO OU ORIENTAÇÃO, ATRAVES DE VIDEOS, EXPOSIÇÃO VERBAL, MUSICA, LIVRO DE LITERATURA OU MATERIAL DIDÁTICO.
Assim, ficam os Ilustres NOTIFICADOS, de tudo quanto acima exposto, sendo a mesma, útil para que V.Sa., Professores, Funcionários e Prestadores de Serviço, possam se proteger de políticas públicas e materiais didáticos ilegais e abusivos, deixando bem esclarecido que a responsabilidade de indenizar os danos morais, e, sofre as cominações penais impostas pela lei, são de todos os envolvidos.

_______________________________________________

(NOME DO PAI/MÃE OU RESPNSÁVEL LEGAL)

159 comentários:

  1. Para que as escolas não ensinem religião que não correspondam com a fé dos pais, entendo que as escolas não deveriam ter religião em sua grade. Assim, evitaria esse tipo de ensino, que só agrada aos pais, se coincidir com a sua fé. O ensino religioso, deveria ser restrito apenas às igrejas, através de suas catequeses e ou escolas dominicais. Nas escolas, isso sempre vai gerar descontentamento e polêmica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolas que têm ensino religioso em sua grade são escolas privadas. E são escolhidas pelos pais, em sua esmagadora maioria, justamente por oferecer esse ensino religioso. Ora, se o senhor pretende oferecer uma formação escolar laica a seus filhos, com tantas boas opções no mercado, por que iria escolher um colégio de base religiosa?

      Excluir
    2. A questão é que hoje a cadeira religião não tem nada a ver com ensino religioso. Essa cadeira é usada para fins filosóficos, ou ao meu ver manipulação de menores. Pois os temas abordados, na minha época, eram bem diversose, na cadeira de filosofia somente no 2º grau.

      Excluir
    3. Algumas escolas públicas também tem ensino religioso.

      Excluir
    4. mas nenhum aluno é obrigado a assistir.

      Excluir
    5. Então a criança se levanta em meio aos colegas dando margem a ser ridicularizado e apontado como ateu/mal caráter e fica no corredor?

      Afinal não pode ser nem a primeira nem a última aula..

      É essa a sua ideia de "não ser obrigado"?

      Excluir
    6. O ensino religioso nas escolas públicas (quando existe), é facultativo. Os pais optam ou não (no ato da matrícula) se o aluno deve frequentar estas aulas,não é o aluno quem faz a opção,e esta não é voltada a determinada religião, é uma aula onde se fala de todas as religiões existentes sem que se aprofunde em nenhuma delas.

      Excluir
    7. O Ensino Religioso previsto na Constituição e na Legislação proíbe a prática do proselitismo - quer dizer que seja usada para fins de induzir qualquer prática estranha à fé religiosa. Neste sentido são desaconselhadas, n eo ambiente das escolas públicas, as celebrações religiosas obrigatórias e a propaganda de setores religiosos. Os conteúdos, sob o lema "Diálogo e Reverência" buscam compreender o Fenômeno Religioso no mundo e na sociedade - quer dizer, compreender como os povos e sociedades ao longo da história promovem a sua relação com o Sagrado e, a partir desse conhecimento, ter o respeito pela prática religiosa das demais pessoas, sem abdicar da prática pessoal e doméstica da religiosidade ensinada pela família.

      Excluir
    8. O texto está falando sobre o ensino da "ideologia de gênero" e não do ensino de "religião" nas escolas. É incrível como as pessoas sempre distorcem as coisas...

      Excluir
    9. Sabem qual é um dos maiores problemas do Brasil? É estar sem Deus...

      Excluir
    10. O ensino religioso é facultativo, não é obrigado a assistir, agora a ideologia de gênero é algo imposto para os alunos. Sou pai e fico muito revoltado porque, sempre são os mesmos grupos que querem impor isso para nosso filhos e querem que os pais fiquem quieto, eu já falei na escola dos meus filhos que lá só tem professores, os educadores são os pais. Professor tem que ensinar as matérias da escola e nada mais. Sou professor também.É incrível mas são os mesmo: Casal sem filhos, solteiros (as), gays e lésbicas, todos não tem filhos mas querem educar o nossos filhos( estragar) o pai sou eu eu decido a educação que eles irão ter, afinal sou eu que banco tudo e sustento eles.

      Excluir
    11. Quanta asneira!!! O ensino religioso visa à promoção do respeito a todas formas de fé... Sua função é justamente o contrário: não se professa essa ou aquela religião - se ensina como todos podem ter uma fé sem q isso seja um problema.... Mas claro, a culpa é da escola... Sempre, né... Se educadores são tão poderosos assim, se têm toda essa influência sobre os jovens, essa molecada deveria sair gênios e respeitadores, pq é isso q se ensina nas salas de aula... Mas não vejo isso acontecendo... Vejo pais responsabilizando professores por tudo e tirando o deles da reta.... REVOLTANTE!

      Excluir
    12. Se você diz que é um "professor, também", deve saber que você, vive numa sociedade e, se é um educador, deve por obrigação, ensinar a seus filhos a viver e respeitar a sociedade, pois esta, é mista, queira você ou não! Respeitar o próximo e ensinar os seus filhos a tal, é seu dever!

      Excluir
    13. Concordo com vc poeta, mas o que está sendo mencionado pela matéria é a ideologia de gênero o que eu acho ser pior do que impor uma religião. Muitas pessoas parecem não ter conhecimento sobre o tema ideologia de gênero e resolveram atacar os cristãos por causa das aulas de religião e demonstraram total ignorância com o conteúdo abordado. Fique atentos pais.

      Excluir
    14. Gente,o assunto não é religião, não é isso que tem ferido o caráter dos nossos filhos,mas sim a ideologia de gênero! Vejam a sociedade em que estamos submetendo-os,Deus na verdade é a saída para as crianças! Quanto veneno

      Excluir
    15. A maioria das escolas brasileiras que ensinam religião são escolas particulares, ou seja, você paga pra estudar lá e se você não gosta simplesmente não matrícula seu filho lá. Não vou dizer que não existe escolas públicas que não ensinam religião, porque existe e quando isso acontece essa matéria é opcional. O problema do brasileiro é que pensam que a matéria de religião não ensina apenas catolicismo quando eu era nono ano peguei uma matéria de ética e religião e passei o ano inteiro estudando sobre a cultura religiosa do islamismo, e todos na minha sala apesar de serem crianças com 13 anos de idade e haver cristãos e ateus respeitaram, mas parece que cada vez mais que o brasileiro cresce e adquiri conhecimento mais fica ignorante.

      Excluir
    16. Olha ... de onde vc é. ? Pelo visto não é brasileira.... pq vc generalizou todos os brasileiros.. então deve ser de outro lugar...

      Excluir
    17. Para falar sobre ideologia de gênero o indivíduo deve estar capacitado para isso, e professor tb não está. Isso é assunto para os pais e/ou responsáveis, porém hj em dia isso não acontece. A escola tem assumido papéis no decorrer de alguns anos que não a compete, mas que necessariamente deve ser tratado. Hj podemos ver adolescentes casa vez mais perdidos e sem noção de nada. Acho q os políticos devem se preocupar com os absurdos que eles fazem com o nosso país. As escolas (diretores e professores) estão sempre sendo julgadas e execradas casa vez mais, embora sempre estão tentando ajudar de modo, mtas vezes errada. Casa dia mais cresce o número de adolescentes descobrindo sua sexualidade e o mesmo sendo reprimido pela família e sociedade, como uma verdadeira aberração. Por favor, estamos no século XXI, vamos pensar de uma nova forma, vamos nos instruir mais, conhecer mais sobre os assuntos em diversas linhas de pensamento, não sejamos apenas papagaio de pirata, repetindo o q os outros falam. Ah, e a igreja, que vá cuidar dos seus fiéis ensinando a eles a amar ao próximo e não prejudicar e apontar seus defeitos. Homossexualidade não é desvio de conduta. Acorda Brasil!!!

      Excluir
    18. Mas o texto fala de Ideologia de genêros e não de religião.

      Excluir
    19. Quem não teve EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA? Voltem com a matéria na grade. Respeito, conduta, estava tudo lá!

      Excluir
    20. Desculpe-me a ignorância meu querido, mas o assunto acima, não está falando de religião, o assunto é muito mais abrangente

      Excluir
    21. Eu concordo com o ensino religioso nas escolas, mas de uma forma que englobe o respeito entre as pessoas,o amor, a humanidade, dignidade, princípios éticos.

      Excluir
    22. A quantidade de igrejas supre a demanda daqueles que buscam ensino religioso?

      Excluir
  2. Mais fácil trocar o filho de escola, não? Se os país estão em desacordo com a grade da escola, ele que deve procurar outra instituição pró seu filho, e não obrigar a mesma a mudar todo o seu cronograma (que é regulamentado pelo MEC).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse: regulamentada pelo MEC, logo, abrange todo o sistema de ensino, Sr.anônimo.

      Excluir
    2. Como disse:regulamentada pelo MEC, logo abrange todo o sistema de ensino, Sr.anônimo.

      Excluir
    3. AH ESSE SR ANOMIMO ACIMA, SE O CASO É DE UM HOMOSSEXUAL ESTAR EM UM LOCAL QUE É CONTRA A 'ELE' NAO PENSAM ASSIM, SÓ MUDAR DE LOCAR, E SIM QUE TEM QUE ESSE LOCAL SER ADPTADO AS SUAS 'VONTADES' PORQUE SE NAO O OCAL É PROCESSADO, É HOMOFOBICO E TUDO MAIS.. RESPEITO A TODOS, MAS EXIGEM OQUE ELES MESMO NAO DÃO!!

      Excluir
    4. Só faltava essa, ficar mudando o filho de escola porque a tal escola ou professor desobedece a lei. Você sabe o que é uma lei caro anônimo, lei é para ser respeitada, não respeitou, tem que pagar por isso!

      Excluir
    5. nao vou mudar a minha filha do colégio por que meia duzia de ..... querem ensinar as crianças praticais não normais se for de sair que saia essa imundice que estão tentando implantar.

      Excluir
    6. Aulas de religião na escola pública. Pode? Sim, de acordo com a Constituição brasileira e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), desde que não sejam obrigatórias para os alunos e a instituição assegure o respeito à diversidade de credos e coíba o proselitismo.

      LEI Nº 9.475, DE 22 DE JULHO DE 1997.

      Dá nova redação ao art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

      O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

      Art. 1º O art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar com a seguinte redação:

      "Art. 33. O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo.

      Excluir
    7. Aulas de religião na escola pública. Pode? Sim, de acordo com a Constituição brasileira e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), desde que não sejam obrigatórias para os alunos e a instituição assegure o respeito à diversidade de credos e coíba o proselitismo.

      LEI Nº 9.475, DE 22 DE JULHO DE 1997.

      Dá nova redação ao art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

      O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

      Art. 1º O art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar com a seguinte redação:

      "Art. 33. O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo.

      Excluir
    8. É fácil né mudar uma criança de escola! Só que não! Da trabalho e não é tão simples! A escola é que tem que manter a sua laicidade!

      Excluir
    9. Primeiro acho que temos que conversar,ver qual a escola melhor para as crianças, tudo pode ser adaptado, por que não juntar as crianças das religião comum e e um religioso dar essa aula, já que e obrigatório o ensino religioso, e o que esta faltando o bom senso a conversa, parece que todos estão querendo sempre alguém levar vantagem sobre o outro, ganhar dinheiro em cima de tudo, ninguém mais esta se intendendo.

      Excluir
    10. Sou proprietário de uma escola privada, em que sua documentação foi aprovada como escola de Princípios, aqui conversamos com os pais e responsáveis quando chegam à escola, que aqui o Princípio é Cristo. Não há acepção religiosa, mas não temos festa junina, carnaval, hallowen, temos festa do amigo, festa da vovó, festa das mães. Encontro da família para comemorar os pais, festa das crianças, baile da paz, desfile cívico, festa de encerramento, apresentações teatrais, cinema através de curtas, aulas de violão, guitarra, teclado, bateria, canto coral, dança, culinária, salas de estudo em mat, l portuguesa, e demais disciplinas e ainda contacao de histórias bíblicas, os alunos oram quando chegam, para comerem agradecem, cantam cânticos!!!!
      E aqui a escola continuará assim, quem não quer Deus, tem o direito de procurar outra instituição, desculpe quem não tem a mesma ideia, mas como educadores há mais de vinte e cinco anos, o que sempre fez uma grande diferença!!!!! Sabe o que faz um ser humano ser completo???? É ele ter o privilégio de ter um desenvolvimento psicopedagógico e racional, com valores morais e éticos, que o ajudarao a ser um cidadão com senso crítico e arcabouço histórico geográfico espiritual que o diferenciação a grade educação de massa existente.
      Aliás depois de 30 na rede pública só vi a família se acabar e as aulas indo para o ralo pela falta de respeito à instituição!!!!!
      Infelizmente já vi por ai professor fazendo feitiçaria, difundindo seitas.... E explorando adolescentes para a subvenção econômica....
      Em minha escola, amor, respeito, tremor, temor e responsabilidade são amplamente trabalhados e discutidos, formamos cidadãos que farão a diferença em um mundo que perdeu Unidade, visão de Princípio, do que é certo, do que é belo, e assim saberão escolher seus caminhos e as áreas que irão atuar em Espírito e Verdade da razão humana, firmes e fortes, sem medo, líderes positivos, e digo mais....capazes de arrastar multidões!!! Quem quer aprende e faz o melhor, aqui se ensina e se aprende para ser gente!!!!!
      Creiam, a educação laica é falha!!!! Não se completa sozinha!!!! É falha, não discute a moral, não se suporta!!!!!

      Excluir
    11. Olá, Beto! Gostei da forma como implantou os princípios morais em sua escola. Acho que mais escolas particulares deveria fazer o mesmo, uma vez que é de interesse da maioria dos pais Cristãos. Poderia fornecer contato, e-mail ou telefone para maiores informações? Obrigado!

      Excluir
    12. Beto Amigo - Concordo com voce, falou tudo, admiro sua escola e seus principios, é assim mesmo, parabéns

      Excluir
    13. Se é regulamentado pelo MEC, que diferença faz escola A ou B ou C... , tem que mudar o planejamento da escola e fazer valer o direito dos pais. Lei é lei

      Excluir
    14. Beto amigo.... sua escola é Evangélica proselitista e tem como fundamento não Deus, mas o Anticatolicismo. Resumindo, é uma Escola Religiosa Confessional.

      Excluir
    15. Infelizmente esse tipo de instituição cobra um valor absurdo pelo ensino de princípio. Como mãe cristã me sinto desprezada pelos responsáveis por escolar particulares cristãs q se aproveitam por ter esse ensino diferenciado e acabam limitando o acesso muitas famílias a uma escola de valor como a sua. Escolas particulares de princípio cristão cobram caro, muito mais caro q escolas particulares comuns. Eu creio q o custo deve ser absurdo para manter uma escola particular, mas observei q a maioria dos proprietários se aproveitam do cristianismo para cobrar mais caro. Esta é minha opinião é acho que "valores" a gente ensina dá graça.

      Excluir
    16. Beto, por favor vem aqui para a cidade de Macaé/RJ e abra uma filial de sua escola, com certeza eu seria o primeiro a matricular meus filhos nela.

      Parabéns pela sua escola ser uma instituição de princípios.

      Excluir
    17. Antes de matricular peça a proposta pedagógica da escola e não a grade, aliás não é grade, não se trata de presídio, peça a proposta pedagógica.

      Excluir
    18. Acho que vocês têm que brigar com o MEC, pois ele é que envia os livros didáticos para as escolas. A escola ensina o respeito à todas as religiões. A ideologia de gênero deve ficar longe das escolas mas quando os vereadores criam leis para não se ensinar isso, o ministério público age dizendo que a lei é inconstitucional. Os pais é que devem ensinar suas convicções religiosas e sexuais.

      Excluir
  3. Affff... Gostaria de ver esses pais dando aula para toda uma classe. A escola que deveria ser um espaço para discussão sobre todos os temas vem a cada dia se tornando mais complicado de se trabalhar. Peço ao senho juiz que crie uma notificação dessa em favor do professor, afinal quantos alunos desrespeitam os mesmos, ouvindo música, xingando, fazendo piadas imorais e de cunho pejorativo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cada um tem que arcar com o que faz de errado, se é aluno tem que ser corrigido e punido, mas se é o professor a desobedecer a lei, também ele deve ser corrigido, ensinado a respeitar uma lei e pagar pela desobediência.

      Excluir
    2. Que lei? Falar sobre gênero é algo que VOCÊS pais imbecis deveriam fazer, mas como vcs são idiotas demais e acham que porque um cara falar sobre gênero ele vai se tornar gay, não fazem isso, o aluno vai se voltar para o professor, que é o unico adulto responsável que ele tem contato.

      Excluir
    3. Como vc se refere às pessoas, seu imbecil, tudo tem seu tempo, e educação se dá em casa. O problema é falar sobre gênero a crianças que estão formando seu caráter e sua personalidade, que ocorre até os seis anos ou um pouco mais, e isso ela vai levar pro resto da vida. Opção religiosa é de cada um, cada família, a escola está pra ensinar e não educar. Para alguns que dizem que não vão mudar de escola que é muito complicado, escolha e analisem a instituição antes de coloca los lá. A ideologia de gênero é um absurdo, não temos que escolher entre ser isso ou aquilo, somos o que nascemos, homem ou mulher. Sei que isso vai ofender alguns porém a verdade na maioria das vezes dói mesmo.

      Excluir
    4. Não entendo uma coisa. Quando um aluno(a) agride outro(a) atitudinalmente, verbal ou fisicamente, dentro da escola, seja por preconceitos de cor, credo, orientação sexual, identidade de gênero..., o que os pais que defendem a não discussão da diversidade na escola, acham que a escola deve fazer a respeito? Se alguns pais não ensinam seus filhos a respeitar as diferenças (pois se esse tipo de situação acontece cotidianamente nas escolas é porque alguns alunos ainda não aprenderam a respeitar), e também acham que a escola não deve fazê-lo, então, quem eles acham que vai ensinar e quem será responsabilizado(a) pela agressão?

      Excluir
    5. Como é que estão as leis neste país? Gostaria de saber. O qur vejo é a educação doméstica falida e crianças que até batem nos pais só por ser criança e estas chegam às escolas sem o mínimo pudor.Precisa-se entender como determinados temas são abordados nas escolas. Se há metodologia errada que se repense na forma de adequá-la e não punir o progissional mais desvalorizado deste país. Os criadores das leis e pais que acalentam com sensacionalismo barato atitudes de filhos deveriam experimentar o que acontece nas escolas hoje. Era só dá uma aulinha de 50 min para vê se aguentavam.Deviram estar preocupados em tirar crianças das ruas, do mundo das drogas, mas porque não o fazem? É preciso saber sim em que faixa etária devem ser abordados diversos temas mas para aprendê-los nas ruas não há escolas nem faixa etária e muito menos para os que ensinam da forma mais podre e brutal. Punam de fato os grandes ladrões deste país e pensem em dá um rumo decente a educação que assim a sociedade muda.

      Excluir
    6. Disse tudo, caro Manoel. Se as famílias cumprissem seu papel de educar não para um mindo utópico, mas para um mundo real, a escola, com certeza, teria mais chance de desempenhar o seu papel na sociedade. Criticar é fácil, mas precisamos de ação coerente com a nossa realidade.

      Excluir
  4. Que vergonha desse povo. Mistura gênero com sexo e orientação sexual, fomenta o ódio e a misoginia e ainda, fala de crença religiosa. Não querem educação para os filhos, querem catequese.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. educação não é ensinar o que eles acham mas sim o que é o correto, em matéria moral, quem ensina são os pais, cabe aos professores, alfabetizar e ensinar aquilo que já é previsto há anos em nosso país ou seja as matérias básicas da grade curricular, não vem agora com essa de colocar na grade curricular assuntos imorais e de sexo. Queremos sim educação e catequese, queremos o Crucifixo em todas as escolas, queremos uma educação de qualidade não um bando de imorais ensinando asneiras aos nossos filhos.

      Excluir
  5. Com essa oportunidade podemos juntos fazer uma Democracia favorável a o Cidadãos Brasileiro, nesse caso em favor dos nossos filhos porque somos nós os responsáveis pela a Educação dos nossos filhos......etc...

    ResponderExcluir
  6. Ora, Poeta J. Pinheiro, ninguém é obrigado a estudar em escola confessional. Se não gosta da religião, procure uma escola pública. Escolas privadas têm direito a ensinarem religião, sim. É só o que me falta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A queixa aqui não é desse tipo de escola que tem um segmento religioso! E sim da que não tem mais vive levantando uma bandeira dentro de sala de aula!

      Excluir
  7. Isso não tem nada com religião. Qualquer que for a religião da família do aluno deverá ser respeitada. A ideologia de gênero afronta muito mais do que a religião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com esse exposto!

      Excluir
    2. Concordo plenamente com esse exposto!

      Excluir
    3. Até que enfim alguém falou alguma coisa coerente!

      Excluir
    4. Tipo? Afronta o que exatamente?

      Excluir
    5. Afronta quem acha que uma criança de seis anos de idade não necessita de tais ensinamentos na escolá.

      Excluir
  8. Só um detalhe: a tal escola condenada a pagar teve uma derrota em primeira instância. O próprio artigo diz que cabe recurso. É bom colocar a matéria correta e não apenas o que lhes convém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que convêm é que ninguém ensine a nosso filho matérias que não lhe gerem conhecimentos escolares necessários para sua formação acadêmica e preparo profissional, chega de asneira de querer falar de sexo com criança, não têm nada a ver de religião nem de preconceito, escola trata de escola, quem poderia querer tratar de assuntos sexuais com as crianças nas escolas? Interesse estranho, por que então já que querem incrementar o social na escola, agreguem música, política que pouco se sabe sobre no Brasil, assuntos internacionais e outros que poderão estes sim somar valiosamente, mas a verdade é que até falar português nosso ensino no Brasil vem esquecendo como é.

      Excluir
    2. Se vocês pais irresponsáveis não fazem um bom trabalho sobre isso é obvio que a responsabilidade vai pros professores, idiotas.

      Excluir
    3. Só o fato de chamar de idiota quem não concorda com a sua ideologia,já mostra que a sua educação não é lá essas coisas.

      Excluir
  9. Ideologia de gênero...
    Ismos (homo, lesbo, bi, transex)...
    E até essa "notificação extraoficial"...
    Quantas baboseiras publicadas e os leitores batem palmas, como micos adestrados...
    Aos que quiserem fazer essa "notificação extraoficial", façam no papel higiênico... Pois o uso é o mais recomendado.

    ResponderExcluir
  10. Não é obrigação e muito menos direito da escola,ensinar pro meu filho religião e muito menos ideologia de gênero!É obrigação e direito dos pais!Assim como tb é dos pais a obrigação de educa-los e fazer com que respeitem seus professores! A escola tem que ensinar português, matemática, geografia,história... Há uma "obsessão" por levar pra dentro de salas de aulas esse tipo de assunto, e os alunos no 3o ano ainda tem dificuldade de multiplicar,dividir,etc! Menos polêmicas e mais foco no objetivo (ensinar)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, simples assim...Nós pais queremos apenas isso. Muito bem colocado.

      Excluir
  11. http://www.brasil.gov.br/educacao/2016/01/mec-nao-distribuiu-nas-escolas-livro-de-educacao-sexual-citado-em-video-na-internet

    PARA ESCLARECIMENTO.
    É DE SE NOTAR QUE O PASTOR (?) SILAS MALAFAIA NÃO MOSTRA A CAPA DO LIVRO, COM O LOGOTIPO DO MEC. O CONVÊNIO SOBRE ORIENTAÇÃO SEXUAL NAS ESCOLAS FOI ASSINADO, ENTE O GOVERNO FEDERAL E A ONU, EM 1995, À ÉPOCA DE FHC.
    UF: DF
    Município: BRASILIA
    Detalhes do Convênio
    Número do Convênio SIAFI: 314297
    Situação: Adimplente
    Nº Original: 009/96
    Objeto do Convênio: O PRESENTE CONVENIO TEM POR OBJETO DAR CONTINUIDADE A IMPLEMENTACAO DAS ACOES CONSTANTES DO PROJETO BRA/95/014/C/01/99, EM ANEXO, QUE O INTEGRA, INDEPENDENTEMENTE DE TRANSCRICAO, ASSEGURANDO A COOPERACAO TECNICA ESPECIALIZADA DO PROGRAMA DAS NACOES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO - PNUD, QUE APOIARA A SECRETARIA DE EDUCACAO FUNDAMENTAL - SEF, TENDO COMO RESPECTIVAS BENEFICIARIAS AS SECRETARIA ESTADUAIS E MUNICIPAIS DE
    Orgão Superior: MINISTERIO DA EDUCACAO
    Concedente: SECRETARIA DE EDUCACAO BASICA
    Convenente: PNUD-UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAMME
    Valor Convênio: 4.694.000,00
    Valor Liberado*: 3.747.000,00
    Publicação: 04/12/1996
    Início da Vigência: 04/12/1996
    Fim da Vigência: 31/05/1999
    Valor Contrapartida: 0,00
    Data Última Liberação: 10/06/1998
    Valor Última Liberação: 947.000,00

    ResponderExcluir
  12. Minha dúvida é como os professores não vão trabalhar com esse conteúdo se faz parte do currículo? De quem seria a culpa? O que os professores podem fazer para não serem cobrados por suas coordenações e nem ser cobrado pelos país?

    ResponderExcluir
  13. Thiago Ferreira, assino embaixo!

    ResponderExcluir
  14. Minha gente isso é só para os pais que se sentirem que o filho precisa de outra educação o resto é resto.

    ResponderExcluir
  15. De olhos abertos nos livros didáticos de seus filhos ...

    ResponderExcluir
  16. Só sei que o dia que eu tiver um filho, jamais aceitarei que os professores ensinem assuntos como preconceito, religião, e mentiras como a lenda do saci Pererê. O dever de dar educação moral as crianças é dos pais não dos professores façam o seu trabalho e deixa os pais cuidarem dos seus.

    ResponderExcluir
  17. Para abordar um tema assim, é necessário falar de valores. Nem sempre o que é valor para um é para o outro. Cabe ao professor ensinar da forma que talvez nem ele mesmo concorde, para seguir um protocolo e não perder o emprego.

    ResponderExcluir
  18. Para abordar um tema assim, é necessário falar de valores e nrm tudo que representa valor pra um é pro outro. Talvez o professor nem concorde com algumas coisas mas tem que repassar porque tem que seguir um protocolo para não perder o emprego. Toda cautela é pouco.

    ResponderExcluir
  19. Queridos os livros falam sobre liberdade de gênero ou seja homosexualismo, bigamia, poligamia, sexualidade muita coisa nesse sentindo. FERE em partes princípios cristãos, lembrando que Deus abomina o pecado mas ama o pecador.

    ResponderExcluir
  20. Essa matéria nos trouxe um norte para as famílias agir diante dessa situação tão terrível para nossa sociedade. Aqui não estamos discutindo religião, mas a estrutura moral de uma sociedade futura. Não tem nada haver com homofobia, pois ultrapassa o limite desse assunto. O que uma criança de 6 anos ganharia de informação com conteúdo desses? Apenas desequilíbrio emocional e psicológico pois ainda não tem base para isso. Então o resultado vira daqui a 20 e 30 anos. Nosso dever como primeiro cidadão, pais, tios, educadores mais acima de tudo como responsáveis de uma construção moral dessa sociedade tão desequilibrada em todos âmbitos, no mínimo o que deveríamos fazer e dentro do nosso lar. Formando homens e mulheres morais, dignos e equilibrados.

    ResponderExcluir
  21. Muito bom, se fazem algo criticam, se não protestam queremos o que ?

    ResponderExcluir
  22. GÊNERO não tem a ver com ORIENTAÇÃO SEXUAL. Eu assinaria esse documento tranquilamente e continuaria falando sobre o fato de que mulheres são tão seres humanos quanto os homens.

    ResponderExcluir
  23. Esses pais são bem imbecis, "isso é assunto dos pais, mimimi" deveria ser assunto dos pais mesmo, mas como vcs não sabem discutir porra nenhuma e fazem um péssimo trabalho sobre isso, a responsabilidade passa para a escola, para que assim os alunos tenham a oportunidade de se tornar adultos decentes e não idiotas.
    Não sei de onde que falar sobre gênero vai cancelar os estudos de matemática, ciência ou outra coisa.
    A função dos pais é aconselhar a seus filhos, eu disse ACONSELHAR e não forçar como muitos de vocês fazem, mas como os pais de hoje só geram gente tão ruim quanto as vezes ate pior, a escola precisa se intrometer para que a geração futura tenha pessoas decentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, o aluno precisa ser informado e formado sobre todos os assuntos, para que suas escolhas sejam pessoais e não doutrinárias em religião ou sexualidade, se os pais não fazem isso no seio de suas famílias, a escola no papel de formadora de opinião tem que dar um leque de possibilidades para que o próprio indivíduo crie seus critérios, mas baseado na pluralidade de informações.
      Conheço tantos professores que são agredidos e desrespeitados em sala de aula, que fica bem claro que esse aluno não recebeu "em casa" o que os pais deveriam ter ensinado......limites.....

      Excluir
  24. Excelente! Obrigado vou compartilhar!

    ResponderExcluir
  25. Concordo com você, infelizmente hoje os pais não estão tendo tempo para educar os filhos e estão deixando para a escola fazer isso, e o papel da escola e educação ou conhecimento.

    ResponderExcluir
  26. Em todo o período que frequentei uma escola, aprendi, além das matérias básicas, civismo, profissionalismo, honrar o meu país e a servi-lo da melhor maneira possível. Aprendi a conhecer e a respeitar as leis, e acima de tudo, aprendi que os meus direitos so começam quando o do outro termina. Mas nunca em minha vida eu poderia imaginar que um filho meu aprenderia que ele não nasceu nem menino e nem menina, que ele não deve respeitar os seus pais, que uma criança tem que experimentar o sexo para saber se é homem ou mulher... ISSO É PALHAÇADA... Isso só prova que os Educadores que defendem essa ideologia não tem conhecimento científico nenhum. e portanto NADA para ensinar... foram pra faculdade pra se drogar e quando se formaram nem sabiam o que estavam fazendo lá...
    Se eu pegar um professor ensinando isso pro meu filho pode ter certeza que ele vai ter que vender a alma pra pagar a indenização que vou cobrar dele. e ainda faço de tudo pra caçar sua licença de professor, se ele tiver é claro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que não mostra a cara? Mostra aí quem você é pra tomar um processo acusando as pessoas de usar drogas sem provas. Hipócrita.

      Excluir
    2. O seu discurso prova o porque de você se apresentar como "anônimo"

      Excluir
  27. Difundindo tanto ódio, discriminação e preconceito. ..
    O que Jesus verdadeiramente pensaria disso?
    Ele que amou e escolheu os excluídos e marginalizados da época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite me desculpe desculpe mas o fato de Jesus amar o pecador não significa q ele compactuo com o pecado e hoje as pessoas não querem ser respeitadas elas querem nos obrigar a ser como elas Jesus ama a todos cada um do seu jeito então digo q devemos respeitar as adversidades mas tbm merecemos respeito dentro de sua casa vc pode ser o q quiser na rua vc pode ser o q quiser vc só não pode obrigar um filho meu a aprender o q eu não quero ensinar. Pq esse ensino é voltado pra crianças ?
      Pq criança é inocente e o diabo quer implantar a destruição das famílias tem q começar no lugar mas fraco.a mente de una criança inocente.me desculpe mas uma vez mas eu não concordo que ensinem isso na escola.

      Excluir
    2. Boa noite me desculpe desculpe mas o fato de Jesus amar o pecador não significa q ele compactuo com o pecado e hoje as pessoas não querem ser respeitadas elas querem nos obrigar a ser como elas Jesus ama a todos cada um do seu jeito então digo q devemos respeitar as adversidades mas tbm merecemos respeito dentro de sua casa vc pode ser o q quiser na rua vc pode ser o q quiser vc só não pode obrigar um filho meu a aprender o q eu não quero ensinar. Pq esse ensino é voltado pra crianças ?
      Pq criança é inocente e o diabo quer implantar a destruição das famílias tem q começar no lugar mas fraco.a mente de una criança inocente.me desculpe mas uma vez mas eu não concordo que ensinem isso na escola.

      Excluir
    3. O fato de Jesus amar a todos não significa q ele era conivente com as suas praticas acho q vc não leu a bíblia toda amar o pecador e não o pecado...temos q respeitar e amar a todos cada um em sua diferença agora dai a obrigar nossos filhos e engolir guela abaixo q é normal essas praticas e q nós pais amorosos dedicados somos mentiroso e q um menino não nasce menino loucura do século21 o ser humano ta vivendo a famosa Sodomia onde precisam lamentar o pecado ao extremo pq o povo perdeu o temor de Deus mas não se preocupem não pq quem prega o amor de Jesus com certeza leu apocalipse ate o fim e sabe exatamente o q esta por vir...me desculpe só um desabafo de uma mãe tradicionalissima mas q respeita a opção sexual de todos desde de q deixem minha família fora disso.

      Excluir
  28. Esse grupo religioso é terrível, manipulam os filhos e agora ameaçam os professores, a figura de Deus e Diabo são criações dos gregos antigos....

    ResponderExcluir
  29. Quero enviar uma notificação para o sesi que está com a editora moderna.essa editora é uma porcaria

    ResponderExcluir
  30. Só vale para ideologia de gênero? Fotografei o livro didático de minha filha mas é sobre doutrinação esquerdista. Alem do absurdo publicado a professora disse na sala que a ditadura torturava e matava mulheres grávidas e levava pessoas ao suicídio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é fato, comprovado documentalmente.

      Excluir
  31. Como as pessoas amam mudar o foco, usando outros temas. Aqui o foco sao... Crianças, muito pequenas, aprendendo sobre assuntos que as causam espanto, estranheza e até mesmo o famoso "eca" diante algumas abordagens. Cara... Parece que as pessoas nunca foram crianças, eles não querem saber isso agora, não tem maturidade pra entender, vai chegar a hora certa, como chegou pra todo mundo... Todo adulto aqui, teve infância, deixem os pequenos terem a deles também!!!!

    ResponderExcluir
  32. Como as pessoas amam mudar o foco, usando outros temas. Aqui o foco sao... Crianças, muito pequenas, aprendendo sobre assuntos que as causam espanto, estranheza e até mesmo o famoso "eca" diante algumas abordagens. Cara... Parece que as pessoas nunca foram crianças, eles não querem saber isso agora, não tem maturidade pra entender, vai chegar a hora certa, como chegou pra todo mundo... Todo adulto aqui, teve infância, deixem os pequenos terem a deles também!!!!

    ResponderExcluir
  33. Sou homem. Eu fiz sexo (penetração do pênis na vagina) com a minha babá quando eu tinha 5 anos e fiz sexo (penetração do pênis no ânus) com um padre quando eu tinha 7 anos. Portanto acho normal criança fazer sexo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não fez sexo. Você foi usado como objeto sexual nas mãos de pedófilos. Eu sinto muito!

      Excluir
    2. Vc é uma vitima q foi usado e abusado por dois monstros q acabaram influenciando nas suas atitudes.

      Excluir
  34. A questão da escola induzir os alunos a hábitos alimentares está dentro desse assunto? Pois minha filha vem dizendo que não devemos nos alimentar de animais. Isso mostra que está sendo instruída na escola sobre esse tema. como posso notificar sobre essa questão?

    ResponderExcluir
  35. Quanto alienado em um único lugar, não existe ideologia de gênero, pois gênero não é ideologia e não se escolhe, vão pagar o dízimo e parem de dar pitaco no Estado Laico.

    ResponderExcluir
  36. Pessoal falando de ensino religioso quando na verdade o texto fala sobre como se respaldar de possível indução ou ensino que vai contra a educação que os pais dao em casa. Pessoal é tão ignorante que le um ótimo texto sobre direito constitucional e porque é citado que o cara que está ascendendo essa luz deu entrevista no Malafarta o povim já mudou o foco do assunto. #brasileiro é foda

    ResponderExcluir
  37. Somente através do gênero e da raça possui-se identidade, unidade familiar e coesão social.

    Espontaneamente o sabiá não corteja a andorinha, ou o elefante a zebra …. assim também o coração não realiza funções cerebrais ou hepáticas.
    As raças e os gêneros não são construções sociais, porém da natureza, de Deus. A sobrevivência das espécies é inerente à cultura dos ecossistemas e depende da conservação de ambos.

    https://lh4.googleusercontent.com/-Nvk5U5Y0Fls/U1VXNfW0p8I/AAAAAAACq70/0B0ZBcEH-qIpoj4EDqkiDUyuogKHs-6_wCL0B/w459-h563-no/4dcd33a2-936f-4a30-a42b-92179cc97e04.jpg Extrema cautela com sofismas e falsos conceitos – eles são mais funestos que a desinformação.

    https://verbotenesarchiv.files.wordpress.com/2015/04/sex-grooming-uk-1.jpg

    ResponderExcluir
  38. A educação sempre foi tarefa dos pais nunca da escola!!! A escola tem o papel de informar os indivíduos pois sua formação religiosa, bons modos etc sempre foi de responsabilidade dos pais o problema é que a escola acabou assumindo quase toda a responsabilidade da informação e da formação e agora os "pais" querem deixar a omissão e criar zumbis dentro de casa!!! É incrível como alguns alunos recebem o primeiro não na escola ja com quatroou cinco anos de idade, porque os pais nunca deram esse não!!

    ResponderExcluir
  39. Ridículos e covardes...alienam pessoas e destroem direitos, passam informações incompletas, Mentirosas, distorcidas e manipuladoras. Esse procurador tem que procurar o que fazer (perdão pela redundância)...ele é ridículo, está alimentando a homofobia e o feminicidio, alimemta o preconceito e a discriminação, estimula a violência contra a criança quando perpétua esse retocesso. Pré histórico!

    ResponderExcluir
  40. Que hipocrisia tudo isso. Eh ter tempo pra atrapalhar o trabalho dos outros. Pra começar conheço poucas crianças que não tenham um celular ou que o tenham com conteúdo de internet restrito. Sem falar na televisão que passa em "horário nobre" todo o tipo de pornografia e apologia a tudo do qual os hipócritas querem proteger seus filhinhos. Essa iniciativa começa em casa. Só assim nossas crianças estarão preparadas pra assimilar sem sofrer influências. Ok?!

    ResponderExcluir
  41. Ou eu não li o texto com atenção, ou está todo mundo errado. Oque o post tem a ver com religião? Não entendi alguns comentários. Ideologia de gênero é apenas mais uma arma dos homoshomos para difundir a ideias deles. Isso realmente não é assunto para crianças. O que mais me impressiona é a falta de ética e respeito moral dessa turma. Sempre tentando empurrar goela abaixo duas ideologias.

    ResponderExcluir
  42. Converso com meus filhos sobre todos os assuntos.A escola é Instituição de transmissão.de conhecimento. Conheci o sexo porque fui abusada por amigos de meu pai. Eu tenho uma filha e tentei proteger da violência sexual, da descoberta despertada por outros e não partindo de seus pensamentos. Eu converso com ela sobre o assunto e ensinei a se defender, se ela o fará eu não sei. Sei o que é melhor pra minha filha nesta sociedade hipócrita. Não gosto de preconceito e se ela crescer, pois só tem dez anos e se tornar uma lésbica feliz e bem resolvida eu assino em baixo!

    ResponderExcluir
  43. As seitas humanistas do protestantismo estão reclamando de quê? São essas seitas que são culpadas de todo o mal na sociedade moderna porque foram essas seitas humanistas que derrubaram a influência social da igreja de Cristo em Roma, para onde foi São Pedro. Agora que viram que ao quererem destruir a igreja de Cristo, deram tiro no próprio pé, querem corrigir, mas sem voltarem à igreja de Cristo? Mas são burros mesmo, vai ser tapado assim na torre de Babel de onde saíram. Por acaso quando a igreja de Cristo era forte, antes das seitas a enfraquecerem, havia tirania gay, feminista, maconheira, islâmica, etc? Tudo de ruim veio depois dos protestantes.

    ResponderExcluir
  44. Olá Beto Amigo, gostei muito da sua resposta, Oremos por mais instituições e pessoas assim, se eu morasse perto, iria colocar minha bb aí. Do jeito q as coisas estão, tá difícil escolher um lugar adequado p colocar minha filha.

    ResponderExcluir
  45. Olá, gostaria de expressar a minha opinião a respeito do assunto,vejo que a grande problemática socioeducativa no Brasil certamente está atrelada ao descaso e porque não dizer,ao "terceirísmo familiar", explico, muitas destas questões, seja de cunho sexual ou religioso, não costumamos,discutir com os nossos filhos no âmbito da família.Talvez isto se dê, pela forma como se vem "sepultando" os costumes que antes era tão valorizados como base.Há o papel desempenhado pela família, mesmo que muitas vezes ela não o perceba, que é o de educadores. À família cabe a formação do caráter, dos valores, das regras morais – que posteriormente serão internalizadas pelos indivíduos como um código pessoal de conduta e ética. A chamada “educação de berço” continua sendo de suma importância e jamais pode ser conseguida em outros espaços sociais como colégio ou até mesmo igrejas.Precisamos sim, retomar as rédias de nossos lares e parar de sermos demagogos, achando que é mais fácil transferir responsabilidades.

    ResponderExcluir
  46. Anônimo entendo que q vc foi abusado quanto criança deveria ter denunciado tanto a babá quanto o padre seu trauma talvez seja inrreparável. Mas não é normal criança fazer sexo quem faz sexo com criança é pedófilo.

    ResponderExcluir
  47. Anônimo entendo que q vc foi abusado quanto criança deveria ter denunciado tanto a babá quanto o padre seu trauma talvez seja inrreparável. Mas não é normal criança fazer sexo quem faz sexo com criança é pedófilo.

    ResponderExcluir
  48. "O maior patrimônio que se tem neste mundo é o próprio povo, sua cultura, tradição, religião e identidade" Adolf Hitler https://www.youtube.com/watch?v=CGI131edis4

    Do you want to look at all the evidence and form your own opinion? http://www.whatreallyhappened.info/index.html

    O mundo encontra-se subjugado pela ANTICULTURA americana https://www.youtube.com/watch?v=bpvYMat7VUw orquestrada pelos vencedores da SEGUNDA GUERRA, os mesmos responsáveis pelo projeto: “A Sinfonia Vermelha” consoante aos itens enumerados no livro THE NAKED COMMUNIST https://pt-br.facebook.com/midiainversa/posts/729671413759075 ou também, entre tantas narrativas não oficiais e por isso mesmo – sérias, como narrada por Salvador Borrego em seu livro de 53 edições, nenhuma em ou outro idioma além do espanhol: DERROTA MUNDIAL: http://vho.org/aaargh/fran/livres9/BORREGOdermund.pdf

    “O grande teste de sobrevivência da democracia é assumir, que se norteou mais pela propaganda do que pela lógica e, contra seu próprio interesse foi lançada à guerra para salvar o Marxismo do regime ditatorial bolchevique comunista russo, que se impusera de maneira extraordinariamente sangrenta embasado em uma inusitada doutrina que nega os princípios milenares de nacionalidade e pátria, sua mortal ojeriza contra propriedade privada, sua peremptória posição ateísta corroborada em sua implacável perseguição religiosa e sua manifesta intenção de expandir tais sistemas através da “revolução mundial” profetizada por Marx
    https://pp.vk.me/c637825/v637825892/184cc/7wg8-vPrSWM.jpg

    ResponderExcluir
  49. Ridículo e absurdo. Um modelo de notificação sem base legal e distorcendo as próprias legislações citadas.Só sendo ignorante para levar isso a sério.
    Querem pensar sob ponto de vista religioso? Que tal começar pensando no amor, que é o único ponto comun a todas as religiões praticadas atualmente?
    Bamdo de egoístas. Só se importam com sua individualidade.

    ResponderExcluir
  50. Ridículo e absurdo. Um modelo de notificação sem base legal e distorcendo as próprias legislações citadas.Só sendo ignorante para levar isso a sério.
    Querem pensar sob ponto de vista religioso? Que tal começar pensando no amor, que é o único ponto comun a todas as religiões praticadas atualmente?
    Bamdo de egoístas. Só se importam com sua individualidade.

    ResponderExcluir
  51. Estudei em colégio católico desde o pré primário e durante o regime militar.Foi a melhor base que eu podia ter me desejado. Naquela época tinha a materia Educação Moral e Cívica, aprendemos o Hino Nacional entre outras coisas das Leis e Etica para se tornar um verdadeiro cidadão. Aulas sobre anatomia e sexualidade foi depois dos 10 anos. Aquela base solida me fez tão bem, que eu sempre soube como conviver social e profissionalmente da maneira mais produtiva e respeitosa. Vivi na Europa e não me senti pressionada pelas rígidas regras de lá, pois já fazia parte da minha educação me amoldar em prol do bem comum. Fui ter consciência da homossexualidade após 13 ou 15 anos e sempre os respeitei. Meus pais nunca foram preconceituosos com os diferentes.A escola sim cobrava dos outros qualquer atitude com alunos negros ou especiais. Penso que a idade para se falar de gênero seja na puberdade e adolescência. A escola pode sim falar da existência de Deus, do amor ao próximo, dos pecados capitais sem falar dos ritos religiosos de cada religião.Mas, se falar,sou a favor que se fale um pouco de todas, sem críticas ou preconceitos. O professor está ali para abrir mentes sobre tudo, e deixar o aluno raciocinar e crescer com todas as informações. Hoje em dia, com as mães profissionais, a vida mais atrinalada que a de nossos pais ou avós, sobra pouco tempo para as tradicionais ceias em família, onde todos conversavam. Sobrou sim mais para as escolas e professores, o que é uma pena e a necessidade muito maior em saber o que se ensina nestas escolas.Pena para as crianças, cuja família usa o tempinho escasso em família para todos,à mesa, atualizarem o whatsapp.Digo não ao ensino de gênero e política partidária para crianças. Deixem-nos com suas matérias, seus esportes, suas ilusões de criança. Tem tempo para se preocuparem com reflexoesse ou talvez até com aberrações de qualquer espécie.

    ResponderExcluir
  52. Em nome da família e com base nas Leis que regem o País deveríamos então não permitir que a Rede Globo colocasse no ar a próxima novela que vêm tentando tornar como perfeitamente normal esta prática, trazendo uma criança de três anos como protagonista transexual. As emissoras levam para dentro dos lares brasileiros todo tipo de porcarias, induzindo crianças e adolescentes a caminhos errados. Os brasileiros perderam a noção dos seus direitos e deveres em meio a banalização do erro.
    Meu Deus onde iremos parar!?
    Senhores políticos acordem e salvem a família brasileira! Onde vocês estão? Não juraram defender o povo?

    ResponderExcluir
  53. Se vai ensinar sobre isso tbm vai ter a opção de nascer menina e continuar sendo menina e da mesma forma os meninos? Vai ensinar como os homens devem tratar as mulheres? E como respeitar as pessoas? E como ajudar os refugiados e abandonados estão na siria? E a respeito das crianças carentes? Das q passam fome? E das q são abusadas? Como agir nesssa casos e a quem recorrer? E como respeitar os mais velhos ou pelo menos os pais? E a respeito de política? Temos muitos assuntos para entrar para a grade curricular que são ignorados

    ResponderExcluir
  54. Na minha opinião, deveria voltar com as disciplinas de OSPB e Educação Moral e Cívica!
    Os professores precisam ser valorizados e capacitados!
    Educação religiosa jamais poderia ser ministrada pela escola. É função exclusiva dos pais junto a entidade religiosa a que a família pertence.
    Abaixo toda e qualquer forma dessa famigerada ideologia de gênero!
    Educação sexual é função exclusiva dos pais com apoio da ciência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde meu querido, eu sou pastor evangélico e estou de pleno acordo com a sua opinião, pois no estádio laico não se deve ter opção de credo ou sexual, e sim palestras por meio de proficiência como a capelãnia, parabéns Shaul Bem David.

      Excluir
    2. Meu Deus, o que um estado laico tem haver com sexualidade, vocês estão confundindo as coisas, gênero se aprende em casa com a criação e com a escolha que cada cidadão e cidadã pode fazer, com os pais ou com sua relação de amizades, seja grupal, tribal ou amigos em separados, a escola nem o estado podem ter o poder de influenciar o gênero. Sou pastor Evangélico e não tenho preconceito aigum, mais não aceito que o governo tenha o direito que é meu e seu!

      Excluir
  55. Vejam!! Notícia boa tem que ser compartilhada

    ResponderExcluir
  56. Por esse e muitos outros motivos que sou adepto da homeschool...escola em casa - ensine em casa....o que já ocorre em muitos paises desenvolvidos....

    ResponderExcluir
  57. Amigos, só a família tem o direito de educar seus filhos em questões de moral e ética, como é o caso. O resto é blá blá blá. Deixem meus filhos em paz. Eduquem os seus. E respeitemos as diferenças.

    ResponderExcluir
  58. O texto trata de ideologia de gênero , e não de religião, ensino religioso, ou coisa semelhante .
    Esqueceram também do doutrinamento político , muito presente no corpo discente , e que também deveria ser abordado , para que disparates como " não existe ditadura de "esquerda" , só de "direita " , não sejam propalados entre outros às nossas crianças .

    ResponderExcluir
  59. Isso está mais para política do que para religião. Vejo isso como uma forma de mordaça e calar a democracia de liberdade de expressão. Como o povo é ingênuo

    ResponderExcluir
  60. Esquecem também que todo mundo ai que é pai da pitaco e opinião sobre como a escola deve agir e educar seus filhos, só esquecem de falar como eles devem se comportar como pais e também como maiores responsáveis conduzir a educação de seus filhos. Até pra educar os filhos põe resposabilidade nos outros.

    ResponderExcluir
  61. Na minha humilde opinião de mãe... Que não tenho formaçao acadêmica como educadora nem entendo de leis... Creio que a escola deveria se ocupar das disciplinas das ciências, letras, matematica, artes essas coisas. A orientação sexual e religiosa, o ensino de valores, isso cabe a família. Se a escola e o estado nao respeitam essa celula da sociedade que é a familia como pode exigir que os individios provenientes dessa celula respeitem alguma coisa? Eu não gostaria que meus filhos aprendessem na escola que não nasceram meninos. Eu nao le sentiria a vontade se meus filhos chegassem em casa dizendo que aprenderam um ritual vudu com a tia da escola. Não acho que seria interessante para o modelo familiar que eu vivo que meus filhos dissessem que mamãe é menos importante porque trabalha em casa cuidando da familia, provendo a limpeza do lar, das roupas, preocupando-se com a alimentação dos membros da casa. Se ninguém fizer esse trabalho doméstico como funciona a casa? Não vejo como humilhação minha posição. Vejo como providência.
    Também não acho que seja necessario que a sociedade engula um comportamento excessivo dos casais (independente da opçao sexual da dupla) que se agarram com volupia exacerbada nos locais públicos. Creio sinceramente que existe hora e lugar para demonstraçoes explicitas de afeto. Porque precisamos erotizar tanto as crianças? Porque tanta sensualidade? A infancia tem na inocencia a essencia da sua beleza. Porque tirar isso das nossas crianças? Especialmente com legitimaçao do estado por portarias e leis de diretrizes educacionais.
    Desculpem se falei alguma bobagem. Sou só uma mãe. Que sente um enorme prazer em manter os filhos debaixo das suas asas. Que cuida vom as proprias mãos da família que escolheu ter. Que tem convicçoes religiosas mas principalmente ensina aos filhos que respeitar o próximo é a pedra fundamental para relacionar-se em sociedade.

    ResponderExcluir
  62. Na minha humilde opinião de mãe... Que não tenho formaçao acadêmica como educadora nem entendo de leis... Creio que a escola deveria se ocupar das disciplinas das ciências, letras, matematica, artes essas coisas. A orientação sexual e religiosa, o ensino de valores, isso cabe a família. Se a escola e o estado nao respeitam essa celula da sociedade que é a familia como pode exigir que os individios provenientes dessa celula respeitem alguma coisa? Eu não gostaria que meus filhos aprendessem na escola que não nasceram meninos. Eu nao le sentiria a vontade se meus filhos chegassem em casa dizendo que aprenderam um ritual vudu com a tia da escola. Não acho que seria interessante para o modelo familiar que eu vivo que meus filhos dissessem que mamãe é menos importante porque trabalha em casa cuidando da familia, provendo a limpeza do lar, das roupas, preocupando-se com a alimentação dos membros da casa. Se ninguém fizer esse trabalho doméstico como funciona a casa? Não vejo como humilhação minha posição. Vejo como providência.
    Também não acho que seja necessario que a sociedade engula um comportamento excessivo dos casais (independente da opçao sexual da dupla) que se agarram com volupia exacerbada nos locais públicos. Creio sinceramente que existe hora e lugar para demonstraçoes explicitas de afeto. Porque precisamos erotizar tanto as crianças? Porque tanta sensualidade? A infancia tem na inocencia a essencia da sua beleza. Porque tirar isso das nossas crianças? Especialmente com legitimaçao do estado por portarias e leis de diretrizes educacionais.
    Desculpem se falei alguma bobagem. Sou só uma mãe. Que sente um enorme prazer em manter os filhos debaixo das suas asas. Que cuida vom as proprias mãos da família que escolheu ter. Que tem convicçoes religiosas mas principalmente ensina aos filhos que respeitar o próximo é a pedra fundamental para relacionar-se em sociedade.

    ResponderExcluir
  63. A única coisa que precisa ser ensinada na escola é o respeito ao próximo assim o cidadão em formação vai respeitar o cidadão homossexual. Enquanto isso, enquanto criança, os pais ensinam confirme suas crenças, por exemplo que a pratica do homossexualismo não é permitida por Deus. Os pais têm direito à ensinar assim e a escola não pode ensinar o contrário pois não cabe a escola um ensino relativo, que diverge de acordo com a crença de cada um. Isso sim é a verdadeira liberdade, quando o pai escolhe que valor moral ensinar. Se pais falham, isso não é desculpa para a escola impor a ideologia de um grupo, se fosse assim que houvesse salas de aula separadas cada qual com uma ideologia, religião ou crença para o pai escolher em qual o filho entra.

    ResponderExcluir
  64. alguém me ensina a salvar este artigo, procurei a dias e não estou conseguindo salvar.

    ResponderExcluir
  65. Escola serve pra ensinar as matérias, educação religiosa e demais é dever da família!

    ResponderExcluir
  66. A ação apontada em que os pais obtiveram decisão favorável pelo pagamento de danos morais, teve essa sentença reformada na instância superior.

    https://pesquisajuris.tjdft.jus.br/IndexadorAcordaos-web/sistj?visaoId=tjdf.sistj.acordaoeletronico.buscaindexada.apresentacao.VisaoBuscaAcordao&numeroDoDocumento=1019762&comando=abrirDadosDoAcordao&quantidadeDeRegistros=20&numeroDaUltimaPagina=1&internet=1

    ResponderExcluir
  67. Estão tentando de todas as formas reduzir o valor das famílias. Não podemos aceitar.

    ResponderExcluir
  68. Tentativa de denegrir a imagem da família não pode ser tolerada.

    ResponderExcluir
  69. Concordo com a inexistencia de aulas sobre ideologia de genero como tambwm sou a favor da Escola sem partido para nao se vender uma ideologia parridaria.

    ResponderExcluir
  70. Graças à Deus uma boa notícia!
    Já vi muitos pais chegarem a falar de morte c eles e com os outros q tentarem ensinar isso p seus filhos
    Chega a ser preocupante a lama de pornografia q o Brasil esta secatolandi
    Uma vergonha e contradição p tds nós q já nascemos sabendo q somos um país cristão

    Ta na hora de rever e assumir nossos valores espirituais e emocionais
    Temos voltar ter leis q limpe essa lama
    Kem kiser outro valor q procure um país q lhe agrade
    Ou se adeque ao nosso lindo e maravilhoso brasil

    ResponderExcluir
  71. É tão sério esse assunto ( ideologia de gênero), saibamos q uma criança pequena é uma mente a ser preenchida, e essa vai ser preenchida pela memória de experiências e acontecimentos. Então tenhamos cuidado com nossos pequeninos. Um exemplo: aqueles pais que perderam uma filha e ao nascer um filho homem trata-lo como menina, comprando brinquedos e coisas de meniba e tratando-o como menina, esse menino provavelmente terá uma confusão em sua mente, e isso não é saudável. A criança tem q se descobrir, e no tempo dela saber se ela quer ser hetero ou homossexual. A ideologia em qualquer lugar é um perigo.

    ResponderExcluir
  72. É tão sério esse assunto ( ideologia de gênero), saibamos q uma criança pequena é uma mente a ser preenchida, e essa vai ser preenchida pela memória de experiências e acontecimentos. Então tenhamos cuidado com nossos pequeninos. Um exemplo: aqueles pais que perderam uma filha e ao nascer um filho homem trata-lo como menina, comprando brinquedos e coisas de meniba e tratando-o como menina, esse menino provavelmente terá uma confusão em sua mente, e isso não é saudável. A criança tem q se descobrir, e no tempo dela saber se ela quer ser hetero ou homossexual. A ideologia em qualquer lugar é um perigo.

    ResponderExcluir
  73. A ideologia de gênero faz parte do pacote de maldades do comunismo, vem com uma roupagem de liberdade sexual numa caixa de presentes um verdadeiro cavalo de Tróia, saibamos discernir sobre isso é um verdeiro acinte contra a família. A ideologia de gênero atinge em cheio o seio familiar. Uma sociedade não subsiste com famílias degradadas. Como Marx dizia dê sexo a vontade aos jovens que você destruirá a moral deles e nós o sub-julgaremos.

    ResponderExcluir
  74. O assunto aqui é ideologia de gênero, e não religião.

    ResponderExcluir
  75. Oh povo. Acho que precisa desenhar. Notei que mais de 95% das respostas acima sao sobre religião. O texto nao fala sobre religião e sim sobre IDEOLOGIA DE GÊNERO. Ou seja pornografia, atos sexuais, pedofilia,etc...
    Oh povo desligado do que esta acontecendo neste mundo.

    ResponderExcluir
  76. Desde que soube da tal cartilha que seria implantada em daka de aula na hora eu disse:meu filho não vai ver ou ler essa cartilha.Deus é maravilhoso e não permitiu que o idealista que a criou fosse eleito.Mas vejo a ue estão tentando de várias formas implantar o que eles chamam de liberdade de expressão de dizer não a proibição.Meu filho é uma criança pura inocente desse mundo sujo e somente a Família dele tem direito e somente a Família dele vsi conversar a obre sexualidade com ele quando for o momento. Até lá ele precisa brincar estudar e ocupar a mente dele com coisas da idade dele.E as ntes eu já tinha essa convicção a gira mais que depressa vou me enterar das leis e fos meus direitos e o mais importante dos direitos do meu filho e vou agir perante a lei.Porque eu a ou mãe eu gerei eu amei antes mesmo de conhece-lo e jamais vou permitir que ninguém diga o contrário a ele.

    ResponderExcluir
  77. 2 Timóteo 3

    2. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios,
    3. sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem,
    4. traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus,
    5. tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também.
    8. Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade. A mente deles é depravada; são reprovados na fé.

    Apocalipse 3:22

    Quem tem ouvidos ouça o que o espírito diz às Igrejas.

    ResponderExcluir
  78. VAMPIROS QUEREM CRIAR OUTROS IGUAIS A ELES,
    Para que tenham a sensação de serem normais.
    Não permitiremos.
    Se for o caso, PROCESSAREMOS.
    Preparem -se com esse material.

    ResponderExcluir
  79. Gênero não é uma ideologia, seus burros.

    ResponderExcluir
  80. Muito bom amigo! Sem comentários. Bjs

    ResponderExcluir
  81. Deixo aqui uma sugestão a todos; Pesquisem um pouco da Noruega, um país que já passou por essa experiência.(ideologia de gênero = lavagem cerebral)

    ResponderExcluir
  82. Os Pais de mais de 30 anos certamente lembram quando estudavam Educação Moral e Cívica nas escolas, reflitam como era antes e como está hoje?

    Alunos respeitavam professores, Hoje um monte de pais babacas não ensinam em casa e jogam as paternidades e maternidades para a escola, professores filmam crianças de 5 anos quebrarem a sala inteira para mostrar que não tocou nela para não ser acusado de "maus tratos" pelos pais que deveriam, ensinar desde antes do portão da escola.

    Amigos ser pai, mãe ou responsável não é somente comida na mesa, roupas ou bens materiais e sim cobrar, colocar de castigo e se for preciso bater(sem espancar e com limites) pois o que não se aprende em casa o mundo ensinará com crueldade.

    Por fim amigos, Sem Deus (que só existe um), Igrejas (sejam católicas, evangélicas, ou qualquer outro segmento)

    e principalmente uma família estruturada que educa, põe limites, seja pra saber onde estava, o que fez na escola, ver notas escolares, o que faz no celular, enfim participa.

    Amigos trabalhar e ganhar dinheiro é muito bom e necessário, mas lembre-se o ontem já foi e agora você só tem o hoje e o amanhã para fazer um novo futuro na vida do seu tesouro(a).

    Segue meu email se quiser desabafar e compartilhar seus problemas e que Deus os abençoe sempre.


    PENSEM NISSO

    alexandrepatmos@bol.com.br

    ResponderExcluir
  83. Pessoal a matéria fala sobre Ideologia de gênero ensinado nas escolas, sem o devido consentimento dos pais. Pois esse é sutentavel pelo meus corruptos que querem implantar essa porcaria como ensino nas escolas.

    ResponderExcluir