segunda-feira, 13 de abril de 2020

Leonardo Sakamoto é referência em livro didático do MEC para 2020


Esta é a sexta de uma série de 14 postagens que este blog realiza sobre ocorrências "questionáveis" nos livros didáticos recomendados pelo MEC/2020, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, com validade de 4 anos, ou seja, de 2020 a 2023.





O livro didático de Língua Portuguesa "SE LIGA NA LÍNGUA: Leitura, Produção de Texto e Linguagem", dos autores Wilton Ormundo e Cristiane Siniscalchi, da Editora Moderna, registrado com o nº 0306P20012 no Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD 2020) , é destinado ao 6º ano do Ensino Fundamental, cujos alunos têm entre 11 e 12 anos. 

O capítulo 7 do livro em referência tem o objetivo de apresentar o gênero textual "comentário de leitor". 

Ao longo do capítulo, são expostos e analisados exemplos de comentários de  leitor extraídos de jornais, revistas, blogs e sites.

Especialmente nas páginas 216 e 217, os autores se dedicam a combater o discurso de ódio nos comentários de postagens, seguindo o que diz a orientação para o desenvolvimento de habilidades da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), à página 141: 

"(EF69LP01) Diferenciar liberdade de expressão de discurso de ódio, posicionando-se contrariamente a esse tipo de discurso e vislumbrando possibilidades de denúncia quando for o caso." 

Para embasar o estudo, o livro apresenta em uma das páginas o artigo "Por que fechei meu blog para comentários", do cientista político, jornalista e professor universitário paulista Leonardo Sakamoto, publicado originalmente em seu blog pessoal.

Na outra página, seis questões que levam o aluno à leitura aprofundada e interpretação desse artigo.

Em seu texto, Sakamoto conta que fechou o blog para comentários aos artigos por tempo indeterminado por não querer disseminar mensagens de leitores contendo ameaças, intolerâncias, difamações e destilação de ódio.

Pois bem. Um dado que chama a atenção é a predominância de referenciais esquerdistas para ilustrar conteúdos didáticos do PNLD/MEC 2020. Notadamente, os livros de língua portuguesa e língua inglesa.

Esta é uma estratégia que autores de livros didáticos usam para apresentar aos alunos a opinião sobre os mais diversos temas manifestada em jornais, revistas, sites, ONGs, portais, blogs e intelectuais ligados à esquerda ou ao "progressismo" político. 

Nos próximos dias, este blog pretende mostrar o resultado de uma pesquisa em curso sobre alguns dos jornais, sites, blogs, revistas e intelectuais cujas opiniões são decantadas e mobilizadas por autores de livros didáticos do PNLD/2020.


O livro didático citado nesta postagem faz parte do edital de convocação 01/2018 SEB/MEC , ainda do governo Temer, que deu origem à seleção do livro e finalização do processo licitatório pela Portaria SEB/MEC nº 27/2019 . 


Orley José da Silvaé professor em Goiânia, mestre em letras e linguística (UFG) e doutorando em ciências da religião (PUC Goiás). É especialmente interessado no acompanhamento do currículo escolar e do material didático para a educação básica.


Leia as primeiras 5 postagens da série PNLD/2020:







Leia também:









Ao longo das páginas 216 e 217 









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leonardo Sakamoto é referência em livro didático do MEC para 2020

Esta é a sexta de uma série de 14 postagens que este blog realiza sobre ocorrências "questionáveis" nos livros didáticos recomend...